10/06/2015

||| a escola que eu sonho...


||| ... das coisas que mais me custam é saber que desisti desta escola. não acredito em nada do que ela representa. resta só, ainda, ser um lugar onde estão todos. a escola que eu sonho não é esta. nunca foi. nunca será. e quem está mal, muda-se. assim o fiz. lutei anos e anos, perdi muito mais do que ganhei, por tudo aquilo que acreditei poder ser uma escola de liberdade, conhecimento e curiosidade. o sentido é o inverso. e tudo parece correr bem. queria uma escola sem muros. de portas abertas. de gente que sabe e que aprende. de partilhas. de leituras. de conversas. acredito que a escola pode ser tudo isso. nunca deixarei de acreditar. não há lugar para mim neste sistema. mesmo tendo tentado mais do que devia. é tempo de fechar as portas. é-se professor. é uma essência que nos define. não é uma profissão. mas há um tempo para tudo. para acreditar. e para ver que estamos a mais. que errámos demais. que falhámos, connosco e com os outros. mas acima de tudo, porque não conseguimos mudar nada. por isso, cada palavra que poderia vir a escrever aqui no futuro seria desligada da realidade. e nada há de mais triste do que isso. não deixarei de acreditar, nunca, noutra escola. nunca. mas isso agora será só um pensamento no silêncio dos deuses...

Sem comentários:

Enviar um comentário